Um mundo sem adultos: efeitos subjetivos dos adolescentes à deriva

Patricia da Silva Gomes, Nádia Laguárdia de Lima

Resumo


Este artigo apresenta uma discussão sobre a adolescência a partir das características da contemporaneidade. Nesse percurso, entre as diversas leituras de estudiosos dos nossos dias, optamos por tratar do tema a partir da teorização sobre a hipermodernidade e  em diálogo com autores da  psicanálise foi possível considerar os efeitos do discurso capitalista nesse contexto.  Ao abordarmos a inconsistência estrutural do Outro, avançamos em  nossa reflexão  para construir a hipótese de que época atual é marcada pelo desvelamento da sua inconsistência.  Acrescentamos que  tal desvelamento não é sem conseqüências para os sujeitos adolescentes, há o imperativo de gozo e a  vacuidade do lugar de adulto na contemporaneidade que incidem sobre as identificações e o laço social. No tempo lógico da adolescência, os sujeitos precisam inventar saídas para lidar com o mal-estar decorrente do encontro com o real do sexo.


Palavras-chave


Adolescência; Psicanálise; Outro; Hipermodernidade; Inconsistência

Texto completo:

PDF

Referências


Alberti, S. (2012) O discurso do capitalista e o mal estar na cultura, Recuperado em

Aranha, M. C. (2016). “Se eu morrer hoje, amanhã faz dois dias”: sobre o estatuto das condutas de risco dos adolescentes envolvidos no trafico de drogas. Dissertação de Mestrado (Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Minas Gerais, Programa de Pós-Graduação em Psicologia). Recuperado em http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/bitstream/handle/1843/BUBD-ANGPSN/disserta__o_mariana_2.pdf?sequence=1

Arendt, H. (2011) A crise da Educação. Entre o passado e o futuro. (M. Barbosa, Trad.) Ed. São Paulo: Editora Perspectiva.

Ariès, P. (1981). Historia Social da Criança e da Família. (D. Flaksman,Trad.) 2a. Ed. Rio de Janeiro: Editora Livros técnicos e científicos.

Bauman, Z. (1998) O mal-estar da pós-modernidade. (M. Gama, C. Gama, Trad.) São Paulo: Jorge Zaar Editora.

Bauman, Z.(2005). Vida líquida. (C. Alberto Medeiros, Trad.) São Paulo: Jorge Zahar Editora

Brousse, M. H. (2007) Em direção a uma nova clínica psicanalítica. Latusa digital – ano 4 – N° 30 – setembro de 2007. Recuperado em <http://www.latusa.com.br/pdf_latusa_digital

_30_a1.pdf>

Freud, S. (2016). Três ensaios sobre a teoria da sexualidade, In: S. Freud. Obras completas volume 6: Três ensaios sobre a teoria da sexualidade, análise fragmentária de uma histeria (O caso Dora) e outros textos (1901-1905). ( Paulo César de Souza, trad. 1. Ed. p. 13-172) São Paulo: Companhia das Letras. (Trabalho original publicado em 1905)

Freud, S. (1969). Contribuições para uma discussão acerca do suicídio. In: Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund. (J. Salomão, trad., vol. 11, pp. 217-218). Rio de Janeiro: Imago. (Trabalho original publicado em 1910)

Freud, S. (1969) Psicologia das massas e análise do eu. In: Edição Standard Brasileira das Obras Completas de Sigmund Freud,(J. Salomão, trad., Vol. 18, pp.89-179) Rio de Janeiro: Imago. (Trabalho original publicado em 1921)

Kehl, M.R. (2016). A fratria órfã: conversas sobre a juventude. São Paulo: Olho d’Água.

Lacadée, P. (2011). O Despertar e o Exilio: ensinamentos psicanalíticos da mais delicada das transições, a adolescência. (C.Rumenos Guardado e V. A Ribeiro, Trad.) Rio de Janeiro: Contra Capa livraria.

Lacan, J. (1985). O Seminário, livro 11: Os quatro conceitos fundamentais da psicanálise. (M. D. Magno, trad.). Rio de Janeiro: Zahar.(Trabalho original publicado em 1964)

Lacan, J. (1966-1967/Inédito). O Seminário 14, livro A lógica da fantasia. (Obra ainda não publicada comercialmente).

Lacan, J. (1992). O Seminário, livro 17: O avesso da psicanálise. (A. Roitman, trad.). Rio de Janeiro: Zahar. (Trabalho original publicado em 1969-1970).

Lacan, J. (1995). O Seminário, livro 4: A relação de objeto. (D. D. Estrada, trad.). Rio de Janeiro: Zahar. (Trabalho original publicado em 1956-1957)

Lacan, J. (2003). O Seminário, livro 9: A identificação. Obra ainda não publicada comercialmente. Foi utilizada a edição para circulação interna do Centro de Estudos Freudianos de Recife. (I.Correa e M. Bagno, Trad.).(Trabalho original publicado em 1961-1962)

Lacan, J. (2003). Alocução sobre as psicoses da criança .(pp.359-368) In: Lacan, J. Outros escritos. (V. Ribeiro, trad.). Rio de Janeiro: Zahar. (Trabalho original publicado em 1967).

Lacan, J. (2003). Radiofonia. J. Lacan. (pp. 403-447) In: Outros escritos. (V. Ribeiro, trad.). Rio de Janeiro: Zahar. (Trabalho original publicado em 1970).

Lacan, J. (2003). Nota sobre a criança .(pp.369-370) In: Lacan, J. Outros escritos. (V. Ribeiro, trad.). Rio de Janeiro: Zahar. (Trabalho original publicado em 1969)

Lacan, J. (2003). Prefácio a O despertar da primavera. (pp. 557-559) J. Lacan. In: Outros escritos. (V. Ribeiro, trad.). Rio de Janeiro: Zahar. (Trabalho original publicado em 1974)

Lacan, J. (2008) O seminário, livro 7: A ética da psicanálise. (A. Quinet, trad.) Rio de Janeiro: Zahar (Trabalho original publicado em 1959-1960)

Lacan, J. (2008). O Seminário, livro 16: de um Outro ao outro. (V. Ribeiro, trad.). Rio de Janeiro: Zahar. (Trabalho original publicado em 1968-1969)

Lacan, J. (2016). O seminário, livro 6: o Desejo e sua interpretação. (C. Berliner, trad.). Rio de Janeiro: Zahar (Trabalho original publicado em 1958-1959)

Laurent, E. (2003). Sintoma e Nome Próprio. In: Prática Lacaniana. Nota sobre a honra e a vergonha. Opção Lacaniana. Revista Brasileira Internacional de Psicanálise. n.38, dez. pp. 59-72.

Laurent, E. Miller, J. A. (1998) O Outro que não existe e seus comitês de ética, in: Revista Curinga. Escola Brasileira de Psicanálise. Belo Horizonte, n. 12, set., pp.4-18.

Le Breton, D. (2017) Uma breve historia da Adolescencia . (A.M. C. Guerra, et al. Trad.)Belo Horizonte: Editora Puc Minas.

Lima, N.L. Castro, C.F.S. & Melo, C. M.(2011) A identificação na contemporaneidade: os adolescentes e as redes sociais. Asephalus, Vol. 6, n. 12. Recuperado em http://www.isepol.com/asephallus/numero_12/artigo_01.html

Lima, N. L. (2013). As incidências do discurso capitalista sobre os modos de gozo contemporâneos. Revista Mal Estar e Subjetividade, 13(3-4), 461-498. Recuperado em 17 de janeiro de 2018, de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid

=S1518-61482013000200002&lng=pt&tlng=pt.

Lima, N. L.(2017) O avesso da psicanálise: novo estatuto do pai? Em: Tempo Psicanalítico. vol.49 no.1 Rio de Janeiro/ jun. 2017. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-48382017000100008

Lipovetsky, G. (2004). Os Tempos hipermodernos. (M.Vilela, Trad.) São Paulo: Editora Barcarolla.

Lipovetsky, G. (2005). A era do Vazio: ensaios sobre o individualismo contemporâneo. (T. Monteiro Deustch, Trad.) Barueri, SP: Manole Editora.

Lipovetsky, G. (2016). Da leveza: para uma civilização do ligeiro. Lisboa, Portugal: Edições 70 (Livro Eletrônico).

Miller, J. A (1998) Constituyente-constituido. In: Los signos del goce. (p. 107-118) Buenos Aires: Paidós

Miller, J. A.(2004) Uma fantasia. IV Congresso AMP- Comandatuba 2004. Trad Vera Avellar Ribeiro. Recuperado em <http://www.congresoamp.com/pt/template.php?file=Textos

/Conferencia-de-Jacques-Alain-Miller-en-Comandatuba.html>

Miller, J. A. (2007) Uma leitura do Seminário 1: de um Outro ao outro. Opção Lacaniana (48), pp 9-42, São Paulo: Eólia.

Miller, J. A (2011,novembro) Intuições milanesas II. Opção lacanina online. Ano2, n. 6. Recuperado em <http://www.opcaolacaniana.com.br/pdf/numero_6/Intuicoes_

Milanesas_II.pdf>

Nicolaci-da-Costa, A. M. (2004). A passagem interna da modernidade para a pós-modernidade. Psicologia: ciência e profissão, 24(1), 82-93. Recuperado em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414- 98932004000100010&

lng=pt&tlng=pt>.

Pereira, M. R. & Gurski, R. (2014). A adolescência generalizada como efeito do discurso do capitalista e da adultez erodida. Psicologia & Sociedade, 26(2), 376-383. Recuperado em

Teixeira, V. L.; Couto, L. F. S. (2010) A cultura do Consumo: uma leitura psicanalítica lacaniana. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 15, n. 3, p. 583-591, jul./set. Recuperado em http://www.scielo.br/pdf/pe/v15n3/v15n3a16.pdf

Zizek, S. (1992). Eles não sabem o que fazem. O sublime objeto da ideologia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor


Apontamentos

  • Não há apontamentos.